05/02/2018 - Repasse do Bolsa Família à Comcam soma R$ 26,3 milhões

Os beneficiários do Bolsa Família na Comunidade dos Municípios da Região de Campo Mourão (Comcam), receberam do programa em 2017, um total de R$ 26,3 milhões em recursos transferidos pelo Governo Federal. O valor representa 4,3% do montante pago para todo o estado do Paraná, que foi R$ 598.091.944,00. Somente para Campo Mourão, o total repassado foi de R$ 6.383.347,00, que representa 1,067% do montante pago à região. Os dados constam no portal do Ministério da Transparência de Controladoria-Geral da União (www.portaldatransparencia.gov.br).

Além de Campo Mourão, os municípios com os maiores valores repassados são: Goioerê (R$ 2.359.813,00); Ubiratã (R$ 1.814.553,00); Nova Cantu (R$ 1.404.524,00); Moreira Sales (R$ 1.240.874,00); Mamborê (R$ 1.222.426,00); e Iretama (R$ 1.161.753,00). Veja abaixo a tabela completa com os valores por município.

Em Campo Mourão, conforme informações extraídas do portal, 4.756 beneficiários recebem dinheiro do programa. De acordo com a secretaria da Ação Social do município, muitas famílias carentes da cidade têm o Bolsa Família como única fonte de renda para sobrevivência. Conforme os dados contidos no portal do Governo Federal, os valores anuais repassados por família vão de R$ 78,00 até R$ 6,5 mil.

Os pagamentos apresentam valores bastante variados. Existem beneficiários que receberam, por exemplo, durante todo o ano apenas R$ 78, já outros R$ 156,00; R$ 234,00; R$ 957,00; R$ 1,3 mil; R$ 1,7 mil; R$ 2 mil; R$ 2,1 mil; R$ 2,6 mil; R$ 2,7 mil; R$ 3,2 mil; R$ 5, 4 mil; R$ 6,1 mil e assim por diante.

Segundo a Ação Social, o valor dos pagamentos feitos varia de acordo com o número de membros da família, a idade de cada um e a renda declarada ao Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal, requisitos do programa utilizados para a base de cálculo. Outra explicação para o pagamento com os valores anuais tão baixos é que existem casos de pessoas que fizeram o saque do pagamento por poucas vezes tendo o benefício cancelado ou bloqueado na sequência.

Conforme as regras do programa, o valor mínimo recibo por criança em idade escolar – de 0 aos 15 anos-, é R$ 39,00 enquanto o máximo R$ 82,00. O valor de R$ 82 é o bolsa superação de pobreza, benefício específico dentro do programa. De acordo com a Ação Social, o número de pessoas dentro do programa varia bastante na cidade porque muitas têm o benefício cancelado ou bloqueado, ou ainda há entrada de novos beneficiários. A secretaria informou que a folha de pagamento do Bolsa Família em dezembro em Campo Mourão foi paga para 3. 734 famílias beneficiárias.

Atualmente, o município possui 13 mil pessoas cadastradas junto ao Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal, enquadradas em diversos programas, como Bolsa Família, baixa renda de energia elétrica, água, entre outros.

 

Repasse do Bolsa Família por município em 2017

Altamira do Paraná - R$ 416.649

Araruna - R$ 652.237,00

Barbosa Ferraz - R$ 892.069,00

Boa Esperança - R$ 436.210,00

Campina da Lagoa - R$ 1.040.399,00

Campo Mourão - R$ 6.383.347,00

Corumbataí do Sul - R$ 664.661,00

Engenheiro Beltrão - R$ 1.126.357,00

Farol - R$ 526.763,00

Fênix - R$ 352.709,00

Goioerê - R$ 2.359.813,00

Iretama - R$ 1.161.753,00

Janiópolis - R$ 481.147,00

Juranda - R$ 519.247,00

Luiziana - R$ 825.561,00

Mamborê - R$ 1.222.426,00

Moreira Sales - R$ 1.240.874,00

Nova Cantu - R$ 1.404.524,00

Peabiru - R$ 762.752,00

Quarto Centenário - R$ 298.385,00

Quinta do Sol - R$ 368.077,00

Rancho Alegre do Oeste - R$ 224.280,00

Roncador - R$ 660.498,00

Terra Boa - R$ 475.556,00

Ubiratã - R$ 1.814.553,00

Anexos: