11/03/2020 - IBGE abre processo seletivo com 331 vagas para região da Comcam

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) abriu nesta quinta-feira (5) as inscrições para o processo seletivo do Censo 2020. Postos de trabalho estão sendo oferecidos em todos os municípios da região. De acordo com o edital divulgado, um total de 331 vagas foram abertas para a Comcam.

São 49 vagas para os cargos de Agente Censitário Municipal (ACM) e Agente Censitário Supervisor (ACS) e 282 para Recenseadores. Somente para Campo Mourão são 13 vagas para ACM/ACS e 87 para Recenseadores.  Em todo o Paraná serão 12.025 vagas, sendo 10.358 para o cargo de Recenseador e 1.667 para as funções de nível médio (390 vagas para ACM e 1277 para ACS).

O período de inscrições prossegue até o dia 24 deste mês, pelo site do Cebraspe (www.cebraspe.org.br/concursos).  O valor da taxa de inscrição para ACM/ACS é de R$ 35,80 e R$ 23,61 para Recenseador. As provas serão nos dias 17 e 24 de maio respectivamente para ACM/ACS e Recenseador.

O nível de escolaridade exigido para os cargos de Agente Censitário Municipal (ACM) e Agente Censitário Supervisor é nível médio enquanto para recenseador, fundamental completo.  O vencimento é de R$ 2.100,00 mais benefícios para o cargo de Agente Censitário Municipal e de R$ 1.700,00 mais benefícios para Agente Censitário Supervisor. Para o cargo de recenseador, a remuneração será por produtividade, calculada com base em critérios relacionados às visitas nos domicílios.

O cargo de Recenseador não tem horário fixo, mas deve-se cumprir jornada semanal de, pelo menos, 25 horas, inclusive nos feriados e finais de semana. Para os agentes, a jornada diária é de 8 horas.

Para o cargo de Recenseador, a convocação para o treinamento e contratação está prevista para o mês de julho de 2020. O contrato tem previsão de duração de até três meses, podendo ser prorrogado, com base nas necessidades de conclusão das atividades do Censo Demográfico 2020 e na disponibilidade de recursos orçamentários. Já para os cargos de ACM e ACS, a previsão de contratação é para junho e a duração do contrato é de cinco meses, podendo ser prorrogado, desde que o prazo total não exceda a três anos.

Treinamento

Para o cargo de Recenseador haverá treinamento de caráter eliminatório e classificatório, cuja duração será de cinco dias, com carga horária de oito horas diárias. O Treinamento será composto por duas etapas: autoinstrução e curso presencial. Ao final da etapa presencial, o candidato realizará o Teste Final do Treinamento, cujo resultado será representado em percentual de acertos. O candidato que não obtiver o mínimo de 50% de acertos e, pelo menos, 80% de frequência no treinamento será eliminado do processo seletivo. Os candidatos que alcançarem 80% de frequência farão jus a uma ajuda de custo.

 

Funções dos cargos

O Recenseador é o responsável por fazer o trabalho da coleta de dados por meio de entrevistas com os moradores. Em contato direto com o público, ele representa o IBGE para a sociedade.

O Agente Censitário Municipal (ACM) gerencia o Posto de Coleta e, durante todo o trabalho do Censo Demográfico 2020, estará à frente de dois tipos de ações: administrativas – que são relativas ao controle e à gestão dos recursos humanos e materiais do Posto de Coleta; e técnico operacionais, nas quais desempenha o papel de gestor de uma equipe de Agentes Censitários Supervisores e Recenseadores em que acompanhará e orientará a Coleta de Dados.

O Agente Censitário Supervisor (ACS) exerce as tarefas de supervisão da operação censitária, com foco nas questões técnicas e de informática, exercendo, quando necessário, tarefas administrativas, como renovação de contratos, avaliação de Recenseadores etc. Está subordinado ao Agente Censitário Municipal (ACM). Sua principal função é acompanhar, avaliar e, sobretudo, orientar os Recenseadores durante a execução dos trabalhos de campo. Veja abaixo as vagas oferecidas por municípios na região.

 

Anexos: